CINANIMA – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho

12 a 18 Novembro

A 42ª edição do CINANIMA — Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho, que se realiza de 12 a 18 de novembro, conta seis curtas-metragens portuguesas na corrida ao Grande Prémio CINANIMA /Cidade de Espinho, que apura o vencedor automaticamente para a lista de candidatos a uma vaga nos Óscares de Melhor Curta-Metragem de Animação. As sessões competitivas acontecem na Sala Antonio Gaio do Centro Multimeios de Espinho.

A competição Internacional de Curtas-metragens do CINANIMA conta com 44 filmes de 18 países em 6 sessões, dos quais 36 são estreias nacionais e 4 estreias internacionais.

No dia 13 de novembro, às 22h, é exibido em estreia nacional e internacional “28 de Outubro”, uma animação adaptada a partir de um conto de Eça de Queirós, da autoria do realizador, músico e ilustrador Tiago Albuquerque.
Na sessão do dia 14, à mesma hora, é apresentada a curta-metragem “Razão Entre Dois Volumes”, da premiada autora de livros ilustrados, Catarina Sobral.

“Ride”, do realizador experimental britânico Paul Bush e coproduzido pelo português Abi Feijó, da Cíclope Filmes, e “Agouro”, de David Doutel e Vasco Sá, coproduzido pelo Bando à Parte (Portugal) e a Zero de Counduite Productions (França), são exibidos nos dias 15 e 16 de novembro. Este ano, os dois filmes foram selecionados para a competição de Curtas-Metragens do festival de Annecy, em França.

No dia 16, às 15h30, é apresentado “4 Estados da Matéria”, de Miguel Pires de Matos, e, às 22h, “Entre Sombras”, de Mónica Santos e Alice Guimarães, que em agosto conquistaram o prémio Especial do Júri Internacional no Festival de Animação de Hiroshima, no Japão.

A competição Internacional de Curtas-Metragens conta com três outras estreias internacionais. “Entreintes”, de Justine Vuylsteker (dia 15, às 22h00), é a primeira curta-metragem profissional da realizadora francesa e foi selecionada para a competição no festival de Annecy, em França, e Anima Mundi – Festival Internacional de Animação do Brasil. Por fim, “Le Jour Extraordinaire”, de Joanna Lurie (dia 16, às 22h00) e “Mon Paipi s’est caché”, de Anne Huynh.

Na Competição Internacional de Longas-metragens vão estar a concurso quatro filmes em estreia nacional: “Harvie and the Magic Museum, de Martin Kotík (Républica Checa), “Um Homme Est Mort”, de Olivier Cossu (França), “Virus Tropical”, de Santiago Caicedo (Colômbia) e “Wall”, de Cam Christiansen (Canadá). As sessões realizam-se de 13 a 16 de novembro, às 19h, e dia 17, às 17h, na Sala António Gaio do Centro Multimeios de Espinho.
Na categoria “Filme de Estudante”, competem 36 filmes, dos quais 28 estreias nacionais e 11 estreias mundiais.
A 42ª edição do CINANIMA recebeu um recorde de 1508 filmes oriundos de 69 países, tendo sido realizada uma seleção de 103 filmes para as diferentes secções competitivas.

Para mais informações, consulte a página oficial do Festival: www.cinanima.pt

25.9.2018